Cimento queimado na decor!

Olá!!!

Agora que sabemos TUDO sobre cimento queimado (confira o post com todas as dicas AQUI), vamos ver algumas lindas inspirações da sua aplicação na decor já que estou convicta de que terei algum cantinho com esse revestimento no #futuroejáamadoapê:

Cimento Queimado na sala:

piso_cimento_queimado_m2

piso_cimento_queimado_9

parede_cimento_queimado_7

parede_cimento_queimado_4

parede_cimento_queimado_9

Cimento Queimado na cozinha:

piso_cimento_queimado_m1

cimento_queimado_4

cimento_queimado_3

parede_cimento_queimado_10

Cimento Queimado no banheiro:

parede_cimento_queimado_11

cimento_queimado_m3

cimento_queimado_m2

cimento_queimado_m1

Lindo né?! Alguém tem algum cantinho da casa com revestimento em cimento queimado? Dicas??? 😉

Beijos!

Imagens: Pinterest

Saiba TUDO sobre cimento queimado!

Oi pessoal!

Está cada vez mais comum encontrar decorações com uma pitada de cimento queimado, não é mesmo? 

Para quem não sabe, o cimento queimado é um tipo de revestimento (feito a partir de uma argamassa feita na obra com a mistura de cimento, areia e água), devendo ser aplicado sobre o contrapiso ou sobre um lastro de concreto áspero. Para não ficar igual ao revestimento das calçadas deve ser feito o ato de “queimar” o cimento:

Processo de jogar pó de cimento sobre o piso de argamassa de cimento e areia ainda mole e úmida; então, a superfície deve ser desempenada com uma desempenadeira de aço, espalhando o pó de cimento sobre a argamassa e deixando o conjunto bem liso. Após a secagem está pronto o cimento queimado, com um aspecto bem liso e nivelado. (Dica dos arquitetos e sócios do escritório Forte Gimenes Marcondes Ferraz).

877bb4e9f5d85482f4bf595b8cae6e43

Eu a-do-ro o efeito despojado que o cimento queimado dá ao ambiente, mas quando “assuntei” sobre isso com o outro morador do #futuroejáamadoapê a resposta que tive foi: “Neeeeem pensar, fica com cara de chão de fábrica”.

Ufff… ok, tenho 1 ano para convencê-lo do contrário!!! =P

cimento_queimado_1

Pontos positivos:

  • fácil de limpar e simples de manter;
  • ótimo custo x benefício;
  • quando bem aplicado, este tipo de piso é extremamente durável;
  • por possuir grande resistência à abrasão, é muito difícil que este material quebre.

Pontos negativos:

  • é liso demais, então não é recomendável usá-lo em pisos de banheiro ou em outro lugar que entre em contato com a água;
  • pode apresentar bolhas, trincas e manchas se não for bem colocado.

piso_cimento_queimado_9

Mas como para (quase) tudo nessa vida há uma solução – nesse caso, uma evolução – a do cimento queimado chama-se TECNOCIMENTO.

Isso porque o TECNOCIMENTO:

  • pode ser aplicado sobre a maioria dos revestimentos pré existentes, sem necessidade de remoção dos mesmos;
  • não necessita juntas já que o produto não contrai e não dilata por si só;
  • não trinca se aplicado sobre uma superfície bastante firme, resistente e bem aderida.

Show, né?!

Em seguida, publicarei um post com ainda mais inspirações com cimento queimado na decor! 🙂

Beijos!

Imagens: Pinterest

SOFÁ CHESTERFIELD

Olá!

Agora que já sabemos como funcionam as técnicas capitonê e botonê, vamos falar sobre um dos ícones do design nessa linha: o sofá Chesterfield.

Com braços arredondados na mesma altura das costas e botões por toda a estrutura, esse móvel típico da era Vitoriana (1837-1901) é símbolo de sofisticação, elegância e bom gosto.

Além disso, o sofá Chesterfield é uma ótima solução para quem quer criar ambientes com conforto e estilo, estando disponível, atualmente, em diversas cores e materiais. Para deixar o ambiente ainda mais lindo e atual, que tal combiná-lo com móveis contemporâneos como nas inspirações abaixo? 

sofa_chester_9sofa_chester_4sofa_chester_1 sofa_chester_3sofa_chester_2

sofa_chester_13sofa_chester_14

sofa_chester_5Virei fã! E vocês?

Quem tiver interesse, localizei algumas lojas/sites que vendem o sofá Chesterfield: Tok&StokChesterfieldR ValentimErikson Estofados.

Beijos!

Imagens: Pinterest

Camas Capitonê

Capitonê é uma técnica inglesa, que surgiu por volta de 1840, e que consiste no estofamento em que o acolchoado é dividido por pontos feitos com cordões ou fios grossos, formando saliências quadradas ou retangulares – se os pontos forem marcados com botões,  a técnica se chama “Botonê“.

capitone_botone1

Normalmente, vemos essa técnica aplicada em móveis clássicos, não é mesmo?

Pesquisando camas de casal para compôr a decor do meu quarto no #futuroejáamadoapê, encontrei essas duas inspirações liiiiindas que nada mais são do que uma releitura pra lá de modernosa dessa tradicional técnica:

capitone_botone1

E aí, tem como não AMAR?!

Beijos!

Cortinas em mais de uma C♥R

Assim como eu, muitas amigas minhas estão na fase de mudança para o primeiro lar e, vira e mexe, recebo uns pedidos de post que acabam mudando a minha visão sobre o assunto – esse é justo o caso das cortinas com mais de uma cor. E, então, de mera simpatizante, passei a fervorosa e apaixonada incentivadora dessa decor! ♥

Vamos, então, às várias inspirações para comprovar que as poderosas cortinas bicolores podem (e muito!) mudar um ambiente.

cortina_bicolor_m1

CORTINAS COM A BASE BAIXA (são as minhas preferidas!)

cortina_bicolor_m3

CORTINAS COM A BASE MÉDIA

cortina_bicolor_m8

CORTINAS COM A BASE MÉDIA

cortina_bicolor_m4

CORTINAS COM A BASE ALTA

Lindíssimas, não? Que tal, ainda, inovar um pouquinho mais com essas cortinas em listras???

cortina_bicolor_m6

cortina_bicolor_m5

cortina_bicolor_m7

Amei, amei, ame! Quero muito uma cortina linda dessas para a sala do meu #futuroejáamadoapê!!! Ah e não sei se vocês notaram, mas praticamente todas as referências acima tem a base no tecido escuro e a parte de cima no tecido claro (acredito que seja por causa da sujeira que aparece mais na barra), mas isso não é uma “ordem” – vejam só que liiiiinda essa opção black&white:

CORTINA_BICOLOR_4

E aí, qual vocês preferem: barra baixa, média ou alta? Bicolor ou listrado? Tom escuro em cima ou embaixo? Agora é só escolher as cores dos tecidos e correr para uma costureira! 😉

Beijos!

Imagens: Pinterest, The Decorista, Vivere Decora